A Tratore por aí:

Destaques

Karnak, Nikodemus
Independente

Karnak - Nikodemus, a ópera rock. É o quinto disco da legendária banda Karnak, que surgiu em São Paulo na década de 1990. Formação atual: André Abujamra (guitarra e voz) | Marcos Bowie (trumpete e voz) | Mano Bap (guitarra e voz) | Sérgio Bártolo (gravinduki e baixo) | Edu Cabello (guitarra) | Eron Guarnieri (teclado e voz) Tiquinho (trombone) | Marcelo Pompeo (saxofone) | Carneiro Sândalo (bateria) | Kuki Stolarski (bateria). Participação especial em Nikodemus: Manu Pereira (locução) como Ana Clara.



Do Verbo Chão, Conversa Ribeira
Independente

O Conversa Ribeira tece um desdobramento singular da música caipira. Cultiva o vínculo essencial com essa tradição e, ao mesmo tempo, a liberdade com que se permite recriá-la. Em seu terceiro álbum, Do Verbo Chão, o premiado trio composto por Andrea dos Guimarães (canto), João Paulo Amaral (viola caipira/canto) e Daniel Muller (piano/acordeão) manifesta mais uma vez sua força criativa, seu sentido crítico, sua presença original, recolhendo porções de beleza e sabedoria que o passado do povo caipira oferece e projetando ao futuro uma produção cheia de imaginação.

Confraria da Toca, Fernando Japiassú
Independente

Album reunindo músicas de Fernando Japiassú, que convidou diversos cantores e músicos da cena musical pernambucana para encontros inusitados. Participações de Almério, Isabela Moraes, Spok, Silvério Pessoa, Maciel Melo, Henrique Albino, Renato Bandeira entre outros.




Top 20 dos últimos 60 dias Veja mais

Em breve Veja mais

   
 
Rádio Tratore
Blog
19 de fevereiro
Como são as imagens ideais para capas de playlists?
por David Dines Um dos principais destaques que um artista pode ter dentro das plataformas digitais é estampar a capa (…) Leia mais
12 de fevereiro
Conheça a Amazon Music, plataforma de streaming recém-chegada ao Brasil
por David Dines Presente no mercado brasileiro desde o fim de 2019, a Amazon Music vem ganhando espaço entre as (…) Leia mais
05 de fevereiro
Dicionário Tratore: Conheça 10 termos técnicos usados no mercado da música ? parte 1
por David Dines O ecossistema da música, como diversos outros mercados, possui vários termos e jargões específicos. (…) Leia mais
Agenda
25 de fevereiro – 20:00
Festival de jazz & blues de Guaramiranga 2020 Você Vai Curtir!
Show de lançamento do 3º álbum: Do baú 19:30h - terça-feira de carnaval
27 de fevereiro – 20:00
Martina Marana - Eu toco mal Eu Toco Mal
Martina Marana apresenta o show de seu trabalho Eu toco mal, acompanhada de Felipe Silveira, piano; Marcus Teixeira, guitarra; Gabriela Machado, flautas; Felipe Fidelis, contrabaixo e Celso de Almeida, bateria. Teatro do SESC Campinas 27.02.2020 20:30 Vendas online a partir de 04.02, nas unidades SESC a partir de 05.02 https://www.sescsp.org.br/programacao/218211_MARTINA+MARANA+EU+TOCO+MAL
20 de março – 20:00
Lançamento do CD "Liberdade" https://youtu.be/tHCjpVSH7xo Poeta, músico, compositor, escritor, autor de várias canções autorais, com mais de 40 músicas/letras prontas para gravar, é escritor/letrista nato, diretor cultural da Academia Taguatinguense de Letras, já possui um livro com poesias/letras das músicas e canções que compôs publicado em 2012 chamado ?Meu Poema Minhas Musicas?. Natural de Brasília, criado no berço do rock e da cultura local, um dos precurssores do Rock Brasília autoral raiz na década de 1980, vem ao publico expor toda a sua verve com músicas escritas a vários anos atrás que fazem todo sentido até hoje e outras que acabou de compor.
Vídeos
Meu Karma, Joana Terra, Vermelha
Uma resenha
Junio Barreto, Junio Barreto Independente
Taw escreveu: eu fiquei namorando esse disco desde que conheci-o pelo catálogo da Tratore. depois li algumas cabeças comentando sobre o cara: (se não me engano) Lenine, Vanessa da Matta, Gal Costa... até que ele veio fazer uma apresentação na FNAC do rio. Demorô ! vio show de graça e finalmente comprei o disco. valeu cada tostão...
Um produto
Vários Artistas, The Birth of Samba DGD RECORDS
"Pelo Telefone", de 1916, é considerado o primeiro samba gravado, embora houvesse dois antes, mas apenas por trazer no selo do 78rpm a palavra "Samba", identificando o ritmo. A partir daí, o vlume de composições do gênero cresceu assustadoramente e os sucessos em execução nas rádios foram se sucedendo. Aqui trazemos os mais importantes sambas gravados desde 1916 até 1947, época de ouro do samba verdadeiro, em suas gravações originais. De Noel, Ary, Lupicínio, Sinhô, Assis, Donga, Caymmi, Ataulfo entre outros tão consagrados quanto estes!